CASHOUSE  Portugal
Sede:
Avenida Manuel Júlio Carvalho e Costa, 44 A
Cascais
2750-423 Cascais
Telefone: 214827430
Fax: 214827439
E-mail: cascais@cashouse.pt
 Consultar mapa de localização
Franchising
Agências Afiliadas
Revista de Imóveis
Notícias
Glossário
 
 

• Iniciar um Processo de Crédito
• Dúvidas e Perguntas Frequentes
• Crédito Consolidado
• Crédito Habitação
 
 
INICIAR UM PROCESSO DE CRÉDITO

O que necessito para iniciar um processo de crédito?

Basta contactar um Agente CASHOUSE que o ajudará no contacto a efectuar com os nossos parceiros bancários e será agendada uma reunião de imediato. Se o pretender fazer sozinho/a, deve dirigir-se a uma entidade bancária.

Como posso saber se o meu pedido foi pré-aprovado?

Após recepção do pedido de crédito e envio da documentação inicial, será efectuada a análise do mesmo, sendo comunicada a decisão por carta.

A cotação dos produtos de crédito de alguns bancos fornece-lhe todos os custos e encargos, dá-lhe a Pré-Aprovação e informa-o dos documentos e passos necessários para concretizar o processo.

Como posso saber se o meu pedido foi aprovado?

Após validação dos pressupostos que estiveram na base da pré-aprovação, nomeadamente a avaliação do imóvel, ser-lhe-á enviada a aprovação final que lhe confirma as condições do seu crédito.
Topo
 
DÚVIDAS E PERGUNTAS FREQUENTES

Amortização
Pagamento total ou parcial que se realiza para a devolução de um empréstimo.

Amortização do Empréstimo
É o pagamento gradual ou total de determinado capital em dívida.

Benefícios Fiscais
Todas as isenções, reduções de taxas, deduções a matéria tributável e a colecta, amortizações e reintegrações aceleradas, e outras medidas fiscais de idêntica natureza.

Caderneta Predial
Documento emitido pelo Serviço de Finanças que comprova a inscrição do imóvel na matriz, identifica a sua localização, a composição, a área, o proprietário e o valor patrimonial.

Capital
Importância nominal do empréstimo hipotecário. Total da dívida pendente, sem incluir os juros.

Certidão de Teor
Documento emitido pela Conservatória do Registo Predial que certifica todos os registos efectuados em relação ao imóvel: localização, composição, proprietários, ónus, transmissões, etc.

Cláusula Penal
Montante de indemnização que as partes fixam por acordo num contrato. A cláusula penal tem de seguir as formalidades exigidas para a obrigação principal, devendo constar do registo associado ao empréstimo.

Conservatória do Registo Predial
Organismo público, pertencente à Direcção Geral de Registos e Notariado, onde é registada a informação essencial relativa aos bens imóveis (urbanos e rústicos), designadamente a sua localização e confrontações, a sua composição e a identificação dos sucessivos proprietários.

Contrato de Mútuo
Contrato estabelecido entre a instituição de crédito (mutuante) e o seu cliente (mutuário) relativo a um financiamento, onde se especifica o montante, prazo, taxas de juro, entre outros elementos. Pode ser celebrado por escritura pública ou por documento particular.

Contrato-Promessa de Compra e Venda
Contrato em que as partes prometem celebrar, no futuro, um contrato de compra e venda.

Contribuição Autárquica
Alterada pelo D.L. n.287/2003 para Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI).

Distrate
Quando se extingue a dívida de um crédito habitação, dissolve-se esse contrato por rescisão da hipoteca. Documento necessário para o Cliente transmitir a propriedade do imóvel.

Escritura Pública
Acto (contrato) pelo qual se transmite o bem de um proprietário para outro através de um documento escrito e assinado pelas partes perante o notário ou o seu representante. De acordo com a lei, a compra e venda de imóveis está sempre sujeita a escritura pública. O contrato por documento particular constitui a única excepção.

Euribor (Euro Interbank Offer Rate)
Taxa interbancária (média das taxas da oferta de fundos praticada entre bancos), que resulta de um conjunto de 57 bancos de países da União Europeia e de terceiros países. A Euribor é calculada diariamente para os diversos prazos padrão do mercado financeiro. A Euribor é a taxa de referência (indexante) utilizada no cálculo da taxa de juro dos empréstimos bancários.

Fiador
Pessoa que garante o pagamento do crédito em caso de incumprimento.

Fiança
Garantia pessoal em que uma terceira pessoa (fiador) compromete-se perante o credor a pagar a prestação, caso o devedor (afiançado) não o faça.

Finalidade do Crédito
Destino de utilização do empréstimo. Normalmente pode ser aquisição, construção, obras, transferência de outra Instituição de Crédito ou para fins diversos não especificados.

Fracção Autónoma
Através da propriedade horizontal, um edifício fica dividido em diversas partes (fracções), de que são exemplos os apartamentos, as garagens ou as lojas.

Hipoteca
Garantia real que confere ao credor o direito de ser pago pelo valor do imóvel pertencente ao devedor, com preferência sobre os demais credores.

Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI)
Imposto municipal anual que incide sobre o valor patrimonial tributário da habitação. A habitação própria permanente pode ser isenta deste imposto por um período de 3 a 6 anos, consoante o seu valor patrimonial tributário, devendo ser efectivamente afecta àquele fim no prazo de 6 meses após a escritura. Para este efeito, o proprietário deverá requerer essa isenção no Serviço de Finanças da área do imóvel, até ao termo dos 60 dias subsequentes aquele prazo.

Imposto s/ Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT)
Este imposto incide sobre as transmissões, a título oneroso, do direito de propriedade Imposto a pagar de uma só vez antes da escritura e incide sobre o maior dos seguintes valores: o constante do acto ou do contrato ou o valor patrimonial tributário.

Indexação
Mecanismo (convenção) que associa automaticamente a taxa de juro de um empréstimo a uma taxa de referência designada por indexante.

Licença de Habitação
Documento emitido pela Câmara Municipal autorizando que uma casa seja habitada, após ter sido verificado que reúne as condições exigidas para o efeito (segurança, salubridade, dimensões, etc.) e está em conformidade com o projecto aprovado. O notário exige a apresentação deste documento quando da formalização do contrato promessa e da escritura de compra e venda. Para este último efeito, quando o mesmo já tenha sido requerido, mas ainda não emitido, o que acontece em regra nos casos de imóvel acabado de construir (primeira transmissão), será substituído pelo alvará de licença de construção devendo, no entanto, o transmitente fazer prova de que a licença de utilização já foi requerida.

Matriz Predial
Registo efectuado no Serviço de Finanças onde consta, designadamente, a composição e a área do prédio, o seu valor patrimonial tributário e a identidade dos proprietários e usufrutuários, se os houver. Um prédio está "omisso" na matriz, se não existir o seu Artigo Matricial.

Notário
Entidade pública dependente do Ministério da Justiça que tem por missão realizar certos actos e contratos ou verificar as condições legais dos mesmos, nomeadamente a compra e venda de imóveis e a constituição de hipoteca, as quais estão sujeitas a escritura pública.

Ónus
Qualquer encargo ou limitação que recai sobre a propriedade de um bem. Por exemplo, uma hipoteca, um usufruto ou uma servidão.

Registo de Aquisição
Anotação na Conservatória do Registo Predial da aquisição de determinado imóvel e respectiva transmissão de propriedade.

Registo de Hipoteca
Anotação na Conservatória do Registo Predial da constituição de uma hipoteca sobre um imóvel. Para obtenção de um empréstimo de habitação, efectua-se previamente um registo provisório de hipoteca que é convertido em definitivo após a assinatura do contrato de mútuo e hipoteca. O registo provisório, se entretanto não for convertido, caduca ao fim de seis meses.

Sinal
Valor que o comprador entrega ao vendedor depois de tomar a decisão de compra. Constitui o início do pagamento da habitação e funciona como garantia do interesse do comprador.

Sisa
Alterado por D.L. n. 287/2003 para Imposto s/ Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT).

Spread
Margem percentual adicionada pelo banco à taxa de juro de referência (indexante).

TAE (Taxa Anual Efectiva)
É uma taxa que traduz todos os custos associados a um empréstimo, tais como despesas com avaliação, juros, seguros (vida e multiriscos) e outros encargos a pagar ao banco pelo cliente.

AEG (Taxa Anual Efectiva Global de Encargos)
Distingue-se da TAE por incluir também os impostos associados a um empréstimo e por se referir apenas ao crédito ao consumo.

Taxa de Esforço
Proporção do rendimento de um agregado familiar afecto ao pagamento de um empréstimo. Mede-se em percentagem. Em regra não deverá ultrapassar 50% do rendimento médio mensal do agregado familiar.

Taxa Indexada
Taxa de juro variável, composta por um indexante (taxa de referência) adicionado de um spread (margem).

Valor Patrimonial Tributário
Valor atribuído à habitação ou imóvel e que se encontra inscrito na matriz predial urbana. É averbado na Caderneta Predial pelo Serviço de Finanças e serve de base para calcular o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI).
Topo
 
CRÉDITO CONSOLIDADO

O que é o produto Crédito Consolidado?

A Consolidação de Créditos consiste em juntar todos os créditos que detenha (Crédito Habitação, Crédito Automóvel, Crédito Pessoal, Cartões de Crédito, etc) num só Crédito Hipotecário, alargando assim o prazo e reduzindo as taxas, o que lhe permite passar a pagar uma única prestação mensal inferior ao somatório de cada uma das prestações individuais.

Quem pode solicitar Crédito Consolidado?

a) Nacionais ou residentes em território nacional;
b) Com idade compreendida entre os 18 e os 65 anos;
c) Trabalhadores por conta d'outrém, por conta própria ou empresários em nome individual.

Como posso saber se o meu pedido foi pré-aprovado?

Após recepção do pedido de crédito e envio da documentação inicial, será efectuada a análise do mesmo, sendo comunicada a decisão por carta.

A cotação dos produtos de crédito de cada banco fornece-lhe todos os custos e encargos, dá-lhe a Pré-Aprovação e informa-o dos documentos e passos necessários para concretizar o processo.

Para contrair um Crédito Consolidado necessito de ser proprietário de um imóvel?

Em regra sim, no entanto pode dar como garantia um imóvel de outra pessoa, desde que passem ambos a fazer parte do financiamento. O imóvel a dar em garantia só pode ser de habitação, ou seja, apartamento ou moradias, para habitação própria permanente ou secundária.

Estão excluídas habitações em construção ou a construir, estabelecimentos comerciais, propriedades industriais e escritórios.

Qual é o prazo máximo e mínimo do contrato?

O crédito consolidado tem como prazo mínimo 3 anos e como prazo máximo 30 anos (com limite de idade do proponente mais velho, no termo do contrato de 70 anos).

Qual a documentação necessária para concretizar as propostas de crédito:

Documentos Pessoais

Trabalhadores por Conta d'outrém:

. Fotocópias do Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;
. Declaração de IRS + Última nota de liquidação;
. 3 Recibos de vencimento (últimos)
. 3 Extractos Bancários (últimos);
. Proposta do banco devidamente preenchida e assinada.

Trabalhadores por Conta Própria:

. Fotocópias do Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;
. Declarações IRS dois últimos anos + Notas de liquidação;
. Declarações IRC dois últimos anos + Anexos (se sócios empresa);
. 3 Recibos de vencimento (últimos);
. Extractos Bancários Trimestrais por um período de 1 Ano ou 4 extractos mensais (ex:JAN. ABR. JUL. OUT.);
. Proposta do banco devidamente preenchida e assinada.

Documentos do Imóvel
- Certidão de teor da Conservatória;
- Caderneta predial ou modelo 1;
- Planta de localização;

Seguros
- Vida;
- Multiriscos.
- Último recibo de cada prestação em vigor ou declaração emitida pela instituição de crédito comprovativa do capital em dívida.

Quando é realizada a escritura de compra e venda e/ou mútuo com hipoteca?

Após a efectivação dos registos provisórios é agendada a escritura.
Todos os intervenientes no processo são convocados pelo banco para a sua outorga. A data da escritura é comunicada aos compradores, vendedores, outras instituições de crédito e fiadores, caso existam.

A escritura pode ser realizada em qualquer cartório notarial ou nas instalações do banco, sendo certo que o banco presta todo o apoio ao cliente, disponibilizando serviços de assessoria por Sociedades de Advogados especializadas.
Topo
 
CRÉDITO HABITAÇÃO

Quem pode solicitar Crédito Habitação?

a) Nacionais ou residentes em território nacional;
b) Com idade compreendida entre os 18 e os 65 anos;
c) Trabalhadores por conta d'outrém, por conta própria ou empresários em nome individual.

O que necessito para iniciar um processo de crédito?

Basta contactar-nos, directamente o banco ou um Agente CASHOUSE, que será agendada uma reunião com os nossos gestores comerciais OU PARCEIROS.

Como posso saber se o meu pedido foi pré-aprovado?

Após recepção do pedido de crédito e envio da documentação inicial, será efectuada a análise do mesmo, sendo comunicada a decisão por carta.

A cotação dos produtos de crédito do banco fornece-lhe todos os custos e encargos, dá-lhe a Pré-Aprovação e informa-o dos documentos e passos necessários para concretizar o processo.

Quais as condições de acesso ao Crédito Habitação?

Têm acesso a este Crédito as pessoas que pretendam um financiamento para aquisição ou realização de obras de conservação ordinária, extraordinária e de beneficiação destinado a habitação própria permanente e/ou secundária.

Posso realizar um empréstimo para aquisição e obras em simultâneo?

Um empréstimo para aquisição e obras em simultâneo pode ser concedido com os seguintes requisitos:

a) As obras só podem ser iniciadas após a aquisição do imóvel;
b) Obriga à verificação do início das obras após aquisição e da sua conclusão, através de vistorias a efectuar ao imóvel.

Qual o spread que será atribuído?

O spread do Crédito Habitação é determinado em função de critérios de risco do banco, da idade dos proponentes e da finalidade e montante do empréstimo. Em função destes elementos é atribuído o spread.

Tenho que liquidar algum imposto antes da escritura?

O cliente terá que liquidar o Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) a pagar de uma só vez antes da escritura e que incidirá sobre o maior dos seguintes valores: o constante do acto ou do contrato, ou o valor patrimonial tributário.

Qual a documentação necessária para concretizar as propostas de crédito:

Documentos Pessoais

Trabalhadores por Conta d'outrém:
. Fotocópias do Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;
. Declaração de IRS + Última nota de liquidação;
. 3 Recibos de vencimento (últimos);
. 3 Extractos Bancários (últimos);
. Proposta do banco devidamente preenchida e assinada.

Trabalhadores por Conta Própria:
. Fotocópias do Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;
. Declarações IRS dois últimos anos + Notas de liquidação;
. Declarações IRC dois últimos anos + Anexos (se sócios empresa);
. 3 Recibos de vencimento (últimos);
. Extractos Bancários Trimestrais por um período de 1 Ano ou 4 extractos mensais (ex: JAN. ABR. JUL. OUT.);
. Proposta do banco devidamente preenchida e assinada.

Documentos do Imóvel
- Certidão de teor da Conservatória;
- Caderneta predial ou modelo 1;
- Planta de localização;

Seguros
- Vida;
- Multiriscos.
- Contrato promessa de compra e venda ou carta compromisso;
- Licença de habitabilidade;
- Obras
- Orçamento

Existe alguma limitação legal em caso de transferência de crédito contraído no âmbito do Crédito Habitação?

O montante do empréstimo tem que ser igual ao capital em dívida na data da transferência.

Juntamente com a transferência do Crédito Habitação posso solicitar um segundo empréstimo?

Se o valor de avaliação do imóvel à data da transferência for superior ao valor do crédito transferido, o cliente poderá solicitar um segundo empréstimo.

Como são suportados os custos inerentes à transferência?

Os Bancos podem financiar todos os custos com a transferência, nomeadamente emissão de distrate, comissão por emissão de declaração de dívida, comissões por rescisão antecipada (desde que contratualmente previstas), taxas e emolumentos tanto registais como notariais.

Quando é realizada a escritura de compra e venda e/ou mútuo com hipoteca?

Após a efectivação dos registos provisórios é agendada a escritura.

Todos os intervenientes no processo são convocados pelo banco para a sua outorga. A data da escritura é comunicada aos compradores, vendedores, outras instituições de crédito e fiadores, caso existam.

A escritura pode ser realizada em qualquer cartório notarial ou nas instalaçoes do banco, sendo certo que o banco presta todo o apoio ao cliente, disponibilizando serviços de assessoria por Sociedades de Advogados especializados.
Topo
   
© Copyright 2007 - CASHOUSE Internacional,
CASHOUSE ® Imobiliária opera num sistema de franchise de proprietários e afiliados profissionais independentes.
CASHOUSE Internacional - Cada agência CASHOUSE é jurídica e financeiramente independente.

   powered by CASHOUSE   >> optimizado para IE 5.5+ (resolução 1024x768) c/ Flash Player 7